CONSELHOS MUNICIPAIS QUEREM “EDUCADOR SOCIAL” PARA FAZER PONTE ENTRE ESCOLA E FAMÍLIA

Os Conselhos Municipais de Segurança, de Educação e de Juventude estiveram reunidos esta terça-feira, em Ponta Delgada, para debater a problemática da toxicodependência no concelho. No final dos trabalhos, a

Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada anunciou que os conselhos municipais defenderam a criação da figura do “educador social”, uma espécie de mediador entre a escola e a família cujo objectivo principal é fazer face às novas realidades escolares e, no fundo, a toda à toxicodependência. Uma problemática que atinge, sobretudo, os jovens em idade escolar.