Conceito vazio: Participação!

Jamais deveremos julgar que as estratégias de intervenção social vêm o seu fim alcançado logo que se apliquem e o resultado das mesmas comece a surtir. Nem mesmo quando os objectivos mais específicos se cumpram! É erróneo o pensamento habitual e generalizado de acreditar que os Animadores sócio-culturais e as medidas que desenvolvem e adequam a determinado contexto social, são como que “tinta correctora”, que todos os erros e defeitos corrige/apaga, para que novamente, volte a desenhar-se /escrever-se o que se pensa ser o mais acertado e da forma mais acertada. Pois…creio que a solução mais assertiva será continuar a conhecer as pessoas com as quais trabalhamos, a cada dia, e cabe a nós, trabalhadores, voluntários, estagiários, investigadores (enfim!entre outros das ciências sociais e humanas), fomentar a participação, a responsabilidade, a motivação para a acção das pessoas que, por diversos motivos, se encontram alienadas, desfasadas, desmotivadas, por vezes sem saberes o que fazer pela sua comunidade, outras vezes sem querer fazer, e ainda outras, sem acreditar que vale a pena investir na mudança…

Não vale dizer-lhes o que fazer, o que dizer e até onde ir…são as próprias pessoas que devem encontrar o seu próprio caminho, para que se verifiquem aprendizagens consubstanciais e para que evoluam como pessoas individuais, sempre fazendo parte de um colectivo, de uma comunidade, de uma sociedade (à partida…). Podemos apenas deixar no ar alternativas por intermédio de um questionamento inter-pessoal e certificar-mo-nos de que, rapidamente, passará a ser um questionamento intra-pessoal-

Precisamos, definitivamente, de encarar a participação como um conceito vazio (e não vago…), no qual só a acção colectiva lhe confere algum significado. Que é do conceito participação sem actores sociais para lhe darem vida? A participação deverá ser activa, colectiva e voluntária para que se efective e para que o desenvolvimento sustentável de determinada comunidade ou grupo se verifique.

Isabel Soares